masthead-choirs-results
Coros Convidados -

State Choir Turkey, Turkey

Ministry of Culture and Tourism State Choir Turkey is the leading professional choral ensemble of the country. Since its foundation in 1988, the choir acts both as a strong symphonic choir and a refined a capella ensemble. The choir has been founded by Hikmet Şimşek and has been conducted by Walter Strauss, İnci Özdil, Ahter Destan and İbrahim Yazıcı. Since 2010, the artistic director and principal conductor is Cemi’i Can Deliorman.

The choir has given more than thousands concerts in all parts of Turkey and has performed in Germany, Italy, Netherlands, Russia, Israel and South Korea. In 1989, the choir performed its debut under the direction of memorable Turkish composer Ahmed Adnan Saygun. Since then, notable performances include Harbison’s world premiere in Vatican to Pope John Paul II, Mahler 2nd in Konzerthaus Berlin, Britten’s War Requiem or Verdi Requiem with prominent symphony orchestras. Social initiatives like ‘Stop Violence Against Women’ or the innovative ‘Sound&Light’ a capella project with visual design and electronics are also included in the choir’s portfolio. Awarded the ‘Best Choral Ensemble in Turkey’ in 2010, the choir has been entitled ‘Voices from Heaven’ by music critics in Europe.

The core repertoire consists of major symphonic works and a capella choral music. The choir has recorded many albums until now, including Carmina Burana by Carl Orff, Requiem by Mozart, Yunus Emre Oratorio by Ahmed Adnan Saygun, Nazım Oratorio by Fazıl Say, Kurtuluş Soundtrack by Muammer Sun, and two albums of Turkish folk songs by Ahmed Adnan Saygun and Muammer Sun. Apart from its season concerts, the choir regularly reaches out to schools for educational projects, aiming to share music of highest quality with students and children.

Coro Infanto-Juvenil da Universidade de Lisboa, Portugal

O CIUL faz a sua primeira apresentação pública em Junho de 2005, na Aula Magna da Reitoria da Universidade de Lisboa. Desde então tem vindo a desenvolver uma nova linguagem em que ao canto se associam a expressão corporal e teatral, linguagem essa que começa a fazer escola e a ter repercussões visíveis na forma de trabalhar de outros grupos congéneres. Realiza mais de 100 concertos e espectáculos no país e no estrangeiro, destacando-se os seguintes: Paixão segundo São Mateus de J. S. Bach, no Grande Auditório do Centro Cultural de Belém (CCB), sob a direcção de Enrico Onofre (2009); participação na cantata Jeanne d'Arc au Bucher de Honneger, na Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), sob direcção de Simone Young (2010); concerto com o coro finlandês Tapiola Choir, no CCB (2010); dois concertos sob o título União Musical, a convite do Parlamento Europeu, em Bruxelas (2011); estreia a ópera Menina Gotinha de Água do compositor Miguel Azguime (2011); participação num dos mais prestigiados festivais de coros juvenis do mundo, em Basileia, para o qual foi seleccionado por um júri internacional (2012); concertos a convite do coro canadiano Shallaway, na Sé de Lisboa (2013), e do Coro Juveníl do Palau, em Barcelona (2014); e a Paixão segundo São Mateus, no Grande Auditório da FCG, sob a direcção de Michel Corboz (2014). Participa na gravação para o Filme do Desassossego do realizador João Botelho, em 2010, e grava a obra coral a cappela de Fernando Lopes-Graça, num disco lançado no Natal de 2012, a convite do Lisboa Cantat. Realiza a primeira digressão internacional em 2010 (Zurique, Estrasburgo e Basileia), seguindo-se uma digressão à Bélgica e Holanda (Amesterdão), em 2013. Ainda em 2013, canta na Sé de Lisboa, a convite do coro canadiano Shallaway. Participa ainda no Concurso Internacional Summer Choral Fest, em Lisboa, no âmbito do qual deu vários concertos e venceu a Medalha de Ouro (nível III). Neste ano estreia várias obras de Compositores Portugueses (Eurico Carrapatoso, Daniel Schwetz), encomendas da Miso Music Portugal, especialmente escritas para o grupo e ainda a obra vencedora do Concurso Internacional Lopes Graça  (Alfredo Teixeira). Em Janeiro de 2014 realiza um Concerto no Palácio de Belém e outro no Palácio de S. Vicente de Fora. Em Abril do mesmo ano participa na Paixão Segundo S. Mateus, no Grande Auditório da FCG, sob a direcção de Michel Corboz, e em Julho, a convite do Palau da Música de Barcelona, desloca-se a essa cidade para realizar dois concertos juntamente com o Coro Juveníl do Palau. Já em 2015, realiza uma digressão nos Açores, tendo-se apresentado nas principais salas das Ilhas Terceira, Pico, São Jorge e Faial. Integra o Projeto Europeu de Cooperação Voix d’Enfants/Espace Scenique, enquadrado no Programa “Europa Criativa”, no âmbito do qual realiza duas digressões europeias, em 2016 e 2017. Em Janeiro de 2016 participa na banda sonora do Senhor dos Anéis, no Grande Auditório da FCG e realiza um concerto a solo no Auditório Vita, em Braga. Realiza em Maio deste ano a primeira digressão no âmbito do Projecto Voix d’Enfants/Espace Scenique, desta vez a Vesoul/França. No final do ano de 2016 participa no Concerto “O Senhor dos Anéis: As Duas Torres”, no Grande Auditório da Fundação Calouste Gulbenkian e já em Janeiro, na Ópera “Carmen” de Bizet, também a convite da mesma instituição. Em 2017 prepara-se para realizar a segunda digressão no âmbito do Projecto Europeu, desta vez a Turim, onde apresentará 3 concertos.

O CIUL tem um repertório eclético, abrangendo até à data compositores como Purcell, Bach, Haydn, Mozart, Cherubini, Rossini, Britten, Lopes Graça entre muitos outros, dando especial ênfase à música étnica e à música contemporânea.